Conheça a Família Filgueiras A Família
Filgueiras
As Origens da Família Filgueiras As Origens
Árvore Genealógica da Família Filgueiras Árvore
Genealógica
Album de Fotografias da Família Filgueiras Album de
Fotografias
Localização de Cidades e Municípios citados neste Site Mapas e
Localidades

Família da Mamãe - Maria Martins Filgueiras "Maninha"

(Nossos Avós e Tios Maternos)

Os avós

Era avô paterno de Mamãe, e portanto nosso bisavô materno - Fidélis Martins Pacheco; de sua esposa nada ouvi falar. Este nosso bisavô, segundo ouvi dizer, desceu com sua família, de Conceição do Turvo, sertão Centro-Norte de Minas, para a região de Carangola (veja no mapa), apossando-se das terras, ainda em mata, à margem direita do rio Carangola, para quem desce este, entre duas cachoeiras: a hoje denominada "Cachoeira da Usina", (de cujas terras à direita são proprietários hoje os herdeiros do Tão, meu primo, e do lado esquerdo seu irmão José) e a "Cachoeira do Boi", assim chamada, dizem, porque rolou e morreu ali um boi. Nesta região fica o arraial de São Manuel do Boi, primeira povoação na região norte do Carangola e, portanto, mais antiga que a cidade de Santa Luzia do Carangola.
Região de Carangola (aproximadamente)

Pais e Irmãos

Por morte de nosso bisavô essas terras foram divididas por seus filhos, nossos tios avós, e avô Francisco Martins Pacheco, casado com Raquel Teixeira Nunes que faleceu deixando-lhe um filho - Antônio -, que mais tarde, já adulto, separou-se da família internando-se em Minas, e nunca mais dele se soube notícia.
O nosso avô contraiu segundas núpcias com sua cunhada Emília Teixeira Nunes, que veio a ser nossa avó materna. Deste casamento são:
Estão aí os irmãos da Mamãe, meus tios maternos.
"Maninha" aos 14 anos com seu irmão Lindolfo

Os tios-avós paternos

Agora continuo a lista dos tios avós, irmãos do padrinho Chico Martins (Francisco Martins Pacheco), logo tios paternos da Mamãe:

Os avós e tios-avós maternos

Até aqui citamos nossos tios maternos, porém, da Mamãe, paternos. Agora continuamos com nossos tios e avós maternos e também maternos da Mamãe.
Sua mãe, logo nossa avó materna, foi Emília Teixeira Nunes, filha do Cel. Juca Nunes e D. Rita Teixeira, fazendeiros em São José do Calçado (veja no mapa), avós maternos de Mamãe, logo nossos bisavós maternos.
Nada sei da origem de nosso bisavô Juca Nunes. Da bisavó Rita Teixeira Nunes, ouvi dizer que era filha do Cel. Antônio Teixeira Siqueira, um português que chegando ao Brasil se estabeleceu em Minas, na região de Palmira, hoje Santos Dumont (veja no mapa). Daí ele mudou-se com a família para o Espírito Santo, localizando-se em Bom Jesus do Itabapoana - RJ (veja no mapa), município fluminense que divisa com o de São José do Calçado - ES. Este português deixou em Minas, em Palmira, a filha mais velha, já casada com um alemão chamado Adolfo Lot, e é este casal que veio a ser os avós ou bisavós do Marechal Teixeira Lot, que disputou as eleições para a presidência da República com Jânio Quadros.
Voltando aos bisavós Juca Nunes e Rita Teixeira que eram tratados pelos netos e bisnetos por Nhonhô e Nhanhá, como ouvi de Mamãe e Conceição, que a conheceram e dela se lembravam bem, segundo diziam faleceu por motivo de um verme que lhe deitou uma mosca quando picava toucinho.
Eram filhos deste casal, logo nossos tios avós, tios maternos de Mamãe, irmãos de nossa avó Emília Teixeira Nunes e de sua irmã Raquel, primeira esposa de seu marido, mais velha e falecida:
Destes últimos conheci a todos, não o nosso tio-avô (Chico Nunes) que morreu assassinado de forma cruel pelos seus adversários políticos, em emboscada, o que levou nosso avô a voltar para o Divino (veja no mapa) com toda a sua família, inclusive Papai, seu genro, pois eram da mesma política do tio Chico Nunes.

Outros parentes

Além destes parentes de Mamãe, há alguns muito chegados, mas que não sei explicar o parentesco, e não tenho a quem perguntar:
  • A prima Hidalina, estudou com Mamãe, morando ambas em casa do avô Juca Nunes para freqüentar o Colégio junto com a tia Henriqueta, quase da mesma idade;
  • O primo José Hermógenes, pai do Erotildes Nunes, falecido em Nova Iguaçu e sua irmã Mocinha, viúva do farmacêutico Sílvio Rocha, em Niterói (veja no mapa);
  • A prima Maria Rita, casada com Lolói, casal muito querido da família;
  • A prima Dona, casada com Aristides ou Aristeu de tal;
Conceição, Zezé e Chiquinho saberiam explicar, pois os conheceram bem, falavam neles.



Veja também as notícias da família do Papai - nossos tios e avós paternos.



por FILGUEIRAS, Philomena.
Rio de Janeiro, 21 de junho de 1990



Desonvolvido por:
Logo Loovus
http://www.familia.filgueiras.nom.br
© 1999- Família Filgueiras - Memórias de Família